Qual a melhor escova de dentes para mim?

​​​Na hora da compra, você sabe qual o melhor modelo de escova de dente para você? Ou sempre fica na dúvida com tantas opções de formatos, tamanhos e cores? ​​ 

6

Qual a melhor escova de dentes para mim?

​​​Na hora da compra, você sabe qual o melhor modelo de escova de dente para você? Ou sempre fica na dúvida com tantas opções de formatos, tamanhos e cores? ​​ 

6 visualizações

Vamos te ajudar a escolher a sua escova de dente ideal. Dá uma olhadinha nas dicas abaixo! 

ESCOVAS CONVENCIONAIS 

Quando falamos em escovas convencionais para crianças precisamos separá-las por etapas!  

Para os pequeninos entre 3 meses e 1 ano, recomendamos a escova massageadora, ou escova mordedor. Ela possibilita a coordenação motora para segurar objetos, além de estimular a escovação desde muito cedo, auxiliando o estímulo sensorial, desenvolvendo nas crianças as percepções tátil, auditiva e visual.  

Para os crescidinhos que já estão com aquele primeiro dentinho de leite, entre 5 a 9 meses, ou o primeiro dentinho permanente, entre 5 e 6 anos, a recomendação são as escovas infantis! Eles crescem tão rápido, não é mesmo? Mas esses dentinhos ainda precisam de escovas que tenham cerdas macias e arredondadas, uma cabeça compacta e pequena para encaixar no tamanho da boca, além de cabo macio e anatômico. E não ache que esse dente permanente trouxe maturidade, os crescidinhos ainda adoram personagens e cores que fazem o momento necessário da escovação ficar muito mais divertido! 

Piscamos e eles já estão enormes! As escovas intermediárias são as recomendadas para crianças entre 7 e 14 anos. Nessa etapa, os nossos pequenos adultos tendem a escovar com rapidez e força, por isso não podemos esquecer de dar aquela supervisionada básica de vez em quando. Para toda essa energia, as escovas compactas e com formato oval são perfeitas! 

Na nossa última etapa das escovas convencionais, a partir dos 15 anos, temos que conhecer os nossos dentes e boca! A escova ideal deve acessar todas as regiões da boca e as cerdas devem ser macias ou ultra macias para evitar lesões na gengiva, dificultando o desgaste do esmalte do dente e a retração gengival , que acontece quando há deslocamento da gengiva em direção à ponta da raiz do dente. 

ESCOVA INTERDENTAL 

Você já viu escovas de limpar mamadeira? As escovas interdentais são parecidas com essas! Ela é mais fina e tem uma haste metálica de onde saem as cerdas. Para utilizá-las, você deve ter orientação do seu dentista, pois a escova tem duas versões, de cabo curto ou longo, com cerdas que podem ter formato cônico ou cilíndrico com diferentes espessuras, só assim você saberá o melhor tamanho, formato e calibre para você! 

As escovas de menor calibre, normalmente são usadas para limpar grandes espaços entre os dentes ou próteses. Já as de menor calibre, que tem possibilidades de ajustes na haste, são indicadas para a limpeza de aparelhos ortodônticos, pois acessam  espaços entre o fio do aparelho e o dente em volta do braquete, ou áreas de difícil acesso em caso de dentes mal posicionados. 

ESCOVA UNITUFO 

Formada por um único tufo de cerdas, essa escova deve ser utilizada como complemento à escovação e, assim como a escova interdental, não substitui o uso de escovas convencionais e o uso de fio dental. Pode ser usada no auxílio da limpeza de aparelhos dentais fixos, bandas e demais acessórios do aparelho. Além disso, pode ser manipulada para a limpeza cervical dos dentes (margem entre os dentes e a gengiva) e nas ranhuras que os dentes do fundo da boca possuem, chamados sulcos. 

Escova lingual / Raspadores linguais 

Você sabia que precisamos escovar a língua? Para a escovação ser completa, uma parte importante é a limpeza da língua que acumula restos de comida, restos celulares e bactérias que podem causar o mau hálito. Atualmente temos diversas escovas e raspadores específicos de inox e plástico que podem ser usados a cada escovação. Para você descobrir o seu modelo ideal é preciso considerar formatos que facilitam uma limpeza mais precisa, materiais confortáveis e tamanhos anatômicos que sejam de acordo com a sua necessidade. 

ESCOVAS ELÉTRICAS 

A tecnologia veio para nos ajudar! E a odontologia foi afetada positivamente com o surgimento das escolas elétricas que facilitam a escovação de maneira inteligente, tornando mais simples e com menos movimentos manuais. Recomendadas para pessoas que possuem dificuldade motora ou destreza manual reduzida, a escovas elétricas possuem alguns modelos que indicam o tempo de escovação ideal, sensores que alertam excesso de força durante a escovação e dosador acoplado para a quantidade ideal de pasta de dente.  

Algumas escovas que possuem formato arredondado e inspirado nas escovas utilizadas por dentistas nos consultórios podem parecer uma ótima escolha, porém devemos nos atentar a algumas desvantagens. Essas opções são mais caras quando comparadas com as escovas tradicionais e o custo da manutenção e do refil é alto pois a cabeça da escova deve ser trocada a cada 3 ou 4 meses, necessitando de substituição de pilhas ou carregamento dependendo do modelo. Além disso, não são todos os modelos que são indicados para a escovação das gengivas e língua podendo causar incômodo em pessoas com sensibilidade vibratórias. 

Com todas essas dicas agora você já pode escolher a escova de dente ideal para você! Busque um profissional dentista e tire todas as dúvidas para que a sua escovação e higienização bucal sejam a melhor possível! 

Vamos te ajudar a escolher a sua escova de dente ideal. Dá uma olhadinha nas dicas abaixo! 

ESCOVAS CONVENCIONAIS 

Quando falamos em escovas convencionais para crianças precisamos separá-las por etapas!  

Para os pequeninos entre 3 meses e 1 ano, recomendamos a escova massageadora, ou escova mordedor. Ela possibilita a coordenação motora para segurar objetos, além de estimular a escovação desde muito cedo, auxiliando o estímulo sensorial, desenvolvendo nas crianças as percepções tátil, auditiva e visual.  

Para os crescidinhos que já estão com aquele primeiro dentinho de leite, entre 5 a 9 meses, ou o primeiro dentinho permanente, entre 5 e 6 anos, a recomendação são as escovas infantis! Eles crescem tão rápido, não é mesmo? Mas esses dentinhos ainda precisam de escovas que tenham cerdas macias e arredondadas, uma cabeça compacta e pequena para encaixar no tamanho da boca, além de cabo macio e anatômico. E não ache que esse dente permanente trouxe maturidade, os crescidinhos ainda adoram personagens e cores que fazem o momento necessário da escovação ficar muito mais divertido! 

Piscamos e eles já estão enormes! As escovas intermediárias são as recomendadas para crianças entre 7 e 14 anos. Nessa etapa, os nossos pequenos adultos tendem a escovar com rapidez e força, por isso não podemos esquecer de dar aquela supervisionada básica de vez em quando. Para toda essa energia, as escovas compactas e com formato oval são perfeitas! 

Na nossa última etapa das escovas convencionais, a partir dos 15 anos, temos que conhecer os nossos dentes e boca! A escova ideal deve acessar todas as regiões da boca e as cerdas devem ser macias ou ultra macias para evitar lesões na gengiva, dificultando o desgaste do esmalte do dente e a retração gengival , que acontece quando há deslocamento da gengiva em direção à ponta da raiz do dente. 

ESCOVA INTERDENTAL 

Você já viu escovas de limpar mamadeira? As escovas interdentais são parecidas com essas! Ela é mais fina e tem uma haste metálica de onde saem as cerdas. Para utilizá-las, você deve ter orientação do seu dentista, pois a escova tem duas versões, de cabo curto ou longo, com cerdas que podem ter formato cônico ou cilíndrico com diferentes espessuras, só assim você saberá o melhor tamanho, formato e calibre para você! 

As escovas de menor calibre, normalmente são usadas para limpar grandes espaços entre os dentes ou próteses. Já as de menor calibre, que tem possibilidades de ajustes na haste, são indicadas para a limpeza de aparelhos ortodônticos, pois acessam  espaços entre o fio do aparelho e o dente em volta do braquete, ou áreas de difícil acesso em caso de dentes mal posicionados. 

ESCOVA UNITUFO 

Formada por um único tufo de cerdas, essa escova deve ser utilizada como complemento à escovação e, assim como a escova interdental, não substitui o uso de escovas convencionais e o uso de fio dental. Pode ser usada no auxílio da limpeza de aparelhos dentais fixos, bandas e demais acessórios do aparelho. Além disso, pode ser manipulada para a limpeza cervical dos dentes (margem entre os dentes e a gengiva) e nas ranhuras que os dentes do fundo da boca possuem, chamados sulcos. 

Escova lingual / Raspadores linguais 

Você sabia que precisamos escovar a língua? Para a escovação ser completa, uma parte importante é a limpeza da língua que acumula restos de comida, restos celulares e bactérias que podem causar o mau hálito. Atualmente temos diversas escovas e raspadores específicos de inox e plástico que podem ser usados a cada escovação. Para você descobrir o seu modelo ideal é preciso considerar formatos que facilitam uma limpeza mais precisa, materiais confortáveis e tamanhos anatômicos que sejam de acordo com a sua necessidade. 

ESCOVAS ELÉTRICAS 

A tecnologia veio para nos ajudar! E a odontologia foi afetada positivamente com o surgimento das escolas elétricas que facilitam a escovação de maneira inteligente, tornando mais simples e com menos movimentos manuais. Recomendadas para pessoas que possuem dificuldade motora ou destreza manual reduzida, a escovas elétricas possuem alguns modelos que indicam o tempo de escovação ideal, sensores que alertam excesso de força durante a escovação e dosador acoplado para a quantidade ideal de pasta de dente.  

Algumas escovas que possuem formato arredondado e inspirado nas escovas utilizadas por dentistas nos consultórios podem parecer uma ótima escolha, porém devemos nos atentar a algumas desvantagens. Essas opções são mais caras quando comparadas com as escovas tradicionais e o custo da manutenção e do refil é alto pois a cabeça da escova deve ser trocada a cada 3 ou 4 meses, necessitando de substituição de pilhas ou carregamento dependendo do modelo. Além disso, não são todos os modelos que são indicados para a escovação das gengivas e língua podendo causar incômodo em pessoas com sensibilidade vibratórias. 

Com todas essas dicas agora você já pode escolher a escova de dente ideal para você! Busque um profissional dentista e tire todas as dúvidas para que a sua escovação e higienização bucal sejam a melhor possível! 

Últimas Publicações

Veja Nossos Vídeos

O De Bem com a Vida é um portal dedicado a reunir e disseminar boas práticas para saúde, bem-estar e qualidade de vida. Por meio de cartilhas e conteúdo, a plataforma traz informações atualizadas sobre o setor – notícias, legislação, dicas e muito mais. Além de agregar os insights e novidades em alta, o portal é atualizado mensalmente com campanhas de saúde e conscientização. O objetivo é compartilhar conhecimento de forma clara e didática e contribuir para a educação da população.

Inscreva-se
e receba novos conteúdos

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies