Por que é importante vacinarmos os pets?

Agosto é mês da vacinação dos Pets, e nesta matéria iremos entender a importância da vacinação dos Pets.

27

Por que é importante vacinarmos os pets?

Agosto é mês da vacinação dos Pets, e nesta matéria iremos entender a importância da vacinação dos Pets.

27 visualizações

As vacinas salvam vidas, elas asseguram a saúde não só do seu Pet, mas de todos que convivem com o seu amigo. E não somente as vacinas são importantes, outros cuidados também precisam ser feitos para mantermos a saúde dos peludos e nossa também. 

 

Quem opta por ter um filho peludo, precisa cuidar direitinho do Pet. 

Lógico, sabemos que acima de tudo a vacina é para protegê-los das doenças que podem atingi-los e deixar sequelas ou até levar à morte. Contudo, a vacinação dos Pets, nos protege contra algumas doenças graves que podem inclusive levar à morte.  

 

A vacinação é um ato médico muito importante e uma responsabilidade de saúde pública. 

Vamos conhecer as doenças mais comuns ou as mais perigosas, que ocorrem no Brasil, e podem ser transmitidas para os seres humanos: 

  • Raiva – causada por vírus da família Rhabdoviridae, é transmitida através da saliva dos animais. Sem dúvida nenhuma é a doença mais grave transmitida pelos animais aos seres humanos, pois causa morte nos Pets e nos seres humanos, se dão diagnostica e tratada a tempo. Gatos e cachorros não são os únicos transmissores da raiva. A vacinação da raiva é fundamental nos Pets, em algumas regiões, cidades a vacinação é gratuita pela Prefeitura. 
  • Toxoplasmose – trata-se de uma parasitose causada pelo protozoário Toxoplasma gondii, é transmitida através de fezes contaminadas com o protozoário e pela ingestão de carnes cruas. Vários animais podem transmitir a toxoplasmose.  A maioria dos humanos saudáveis não apresentam sintomas. No entanto, a toxoplasmose pode causar sérios problemas de saúde para pessoas com sistema imunológico comprometido. Vacine seu gato e evite comer carne crua de procedência desconhecida. 
  • Doença da arranhadura do gato – causada pela bactéria Bartonella henselae, pode ser transmitida ao gato ou cachorros pela pulga, geralmente os animais são assintomáticos, mas nós seres humanos pode se trazer uma infecção de pele complicada. A forma de evitar é utilizar nos pets medicações antipulgas 
  • Ancilostomose – causada pela larva do parasita Necator americanus e Ancylostoma duodenale , a transmissão se dá pelo contato da larva na pele humana. Pode se manifestar na forma sistêmica ou com Larva migrans  – “Bicho Geográfico”. O tratamento nos Pets e nos seres humanos é simples, mas evitar é a melhor maneira de evitar. Mantenha seu Pet vermifugado. 
  • Doenças Carrapato – no Brasil a mais comum é a Febre Maculosa, transmitida pelo carrapato estrela (micuim), encontrado principalmente em animais silvestres, mas os pets podem também pegar este carrapato. É uma doença de difícil diagnóstico, portanto a prevenção é a melhor. Não deixe de medicar seu Pet contra carrapatos. 

 

Principais formas de cuidar da saúde do Pet: 

  • Higiene – banho quando necessário, escovação se necessário, manter limpo o local do banheiro dos Pets. 
  • Vacinação –  
      • Cães: a principal é vacina antirrábica, mas também é importante para a saúde do Pet: V8 – que previne Cinomose canina, Adenovírus tipo 2, Coronavirose canina, Parainfluenza, Parvovirose, Leptospira  canicola e Leptospira icterohaemorrhagiae, vacina KC, que previne contra doenças respiratórias graves. 
      • Gatos:  como nos cachorros, a principal é vacina antirrábica, mas também é importante a vacina múltipla V5 rinotraqueíte, calicivirose, panleucopenia, clamidiose e Felv (leucemia felina). 
      • Para outros Pets é importante consultar o veterinário. 
  • Evitar verminose – vermifugar seu Pet de forma rotineira, conforme orientação do veterinário. 
  • Parasitoses: carrapatos, pulgas, ácaros. Usar medicação específica, conforme orientação do veterinário, evitando estes parasitas nos peludos e na casa. 
  • E muito carinho! Alimentação adequada. Passeios quando for um Pet que precisa gastar energia. 

Como vimos acima, a vacinação e outros cuidados proporcionam saúde ao seu Pet, a nós e à comunidade, evitando assim doenças que podem evoluir de forma grave e mortal. 

 Também vimos que não basta vacinar, é preciso evitar pulgas, carrapatos e vermes 

Se tiver dúvida procure um veterinário! 

  

Bibliografia: 

https://www.saude.pr.gov.br  

https://crmvsp.gov.br 

https://institutopensi.org.br 

As vacinas salvam vidas, elas asseguram a saúde não só do seu Pet, mas de todos que convivem com o seu amigo. E não somente as vacinas são importantes, outros cuidados também precisam ser feitos para mantermos a saúde dos peludos e nossa também. 

 

Quem opta por ter um filho peludo, precisa cuidar direitinho do Pet. 

Lógico, sabemos que acima de tudo a vacina é para protegê-los das doenças que podem atingi-los e deixar sequelas ou até levar à morte. Contudo, a vacinação dos Pets, nos protege contra algumas doenças graves que podem inclusive levar à morte.  

 

A vacinação é um ato médico muito importante e uma responsabilidade de saúde pública. 

Vamos conhecer as doenças mais comuns ou as mais perigosas, que ocorrem no Brasil, e podem ser transmitidas para os seres humanos: 

  • Raiva – causada por vírus da família Rhabdoviridae, é transmitida através da saliva dos animais. Sem dúvida nenhuma é a doença mais grave transmitida pelos animais aos seres humanos, pois causa morte nos Pets e nos seres humanos, se dão diagnostica e tratada a tempo. Gatos e cachorros não são os únicos transmissores da raiva. A vacinação da raiva é fundamental nos Pets, em algumas regiões, cidades a vacinação é gratuita pela Prefeitura. 
  • Toxoplasmose – trata-se de uma parasitose causada pelo protozoário Toxoplasma gondii, é transmitida através de fezes contaminadas com o protozoário e pela ingestão de carnes cruas. Vários animais podem transmitir a toxoplasmose.  A maioria dos humanos saudáveis não apresentam sintomas. No entanto, a toxoplasmose pode causar sérios problemas de saúde para pessoas com sistema imunológico comprometido. Vacine seu gato e evite comer carne crua de procedência desconhecida. 
  • Doença da arranhadura do gato – causada pela bactéria Bartonella henselae, pode ser transmitida ao gato ou cachorros pela pulga, geralmente os animais são assintomáticos, mas nós seres humanos pode se trazer uma infecção de pele complicada. A forma de evitar é utilizar nos pets medicações antipulgas 
  • Ancilostomose – causada pela larva do parasita Necator americanus e Ancylostoma duodenale , a transmissão se dá pelo contato da larva na pele humana. Pode se manifestar na forma sistêmica ou com Larva migrans  – “Bicho Geográfico”. O tratamento nos Pets e nos seres humanos é simples, mas evitar é a melhor maneira de evitar. Mantenha seu Pet vermifugado. 
  • Doenças Carrapato – no Brasil a mais comum é a Febre Maculosa, transmitida pelo carrapato estrela (micuim), encontrado principalmente em animais silvestres, mas os pets podem também pegar este carrapato. É uma doença de difícil diagnóstico, portanto a prevenção é a melhor. Não deixe de medicar seu Pet contra carrapatos. 

 

Principais formas de cuidar da saúde do Pet: 

  • Higiene – banho quando necessário, escovação se necessário, manter limpo o local do banheiro dos Pets. 
  • Vacinação –  
      • Cães: a principal é vacina antirrábica, mas também é importante para a saúde do Pet: V8 – que previne Cinomose canina, Adenovírus tipo 2, Coronavirose canina, Parainfluenza, Parvovirose, Leptospira  canicola e Leptospira icterohaemorrhagiae, vacina KC, que previne contra doenças respiratórias graves. 
      • Gatos:  como nos cachorros, a principal é vacina antirrábica, mas também é importante a vacina múltipla V5 rinotraqueíte, calicivirose, panleucopenia, clamidiose e Felv (leucemia felina). 
      • Para outros Pets é importante consultar o veterinário. 
  • Evitar verminose – vermifugar seu Pet de forma rotineira, conforme orientação do veterinário. 
  • Parasitoses: carrapatos, pulgas, ácaros. Usar medicação específica, conforme orientação do veterinário, evitando estes parasitas nos peludos e na casa. 
  • E muito carinho! Alimentação adequada. Passeios quando for um Pet que precisa gastar energia. 

Como vimos acima, a vacinação e outros cuidados proporcionam saúde ao seu Pet, a nós e à comunidade, evitando assim doenças que podem evoluir de forma grave e mortal. 

 Também vimos que não basta vacinar, é preciso evitar pulgas, carrapatos e vermes 

Se tiver dúvida procure um veterinário! 

  

Bibliografia: 

https://www.saude.pr.gov.br  

https://crmvsp.gov.br 

https://institutopensi.org.br 

Últimas Publicações

Veja Nossos Vídeos

O De Bem com a Vida é um portal dedicado a reunir e disseminar boas práticas para saúde, bem-estar e qualidade de vida. Por meio de cartilhas e conteúdo, a plataforma traz informações atualizadas sobre o setor – notícias, legislação, dicas e muito mais. Além de agregar os insights e novidades em alta, o portal é atualizado mensalmente com campanhas de saúde e conscientização. O objetivo é compartilhar conhecimento de forma clara e didática e contribuir para a educação da população.

Inscreva-se
e receba novos conteúdos

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies