O impacto do cigarro na saúde bucal 

8

O impacto do cigarro na saúde bucal 

8 visualizações

O hábito de fumar cigarro comum (tabagismo) tem sido considerado fator de risco para diversas alterações e doenças bucais, vamos alertá-los neste conteúdo sobre estes riscos. 

Cigarro e saúde bucal, não “andam juntos”, aliás cigarro não “anda junto com saúde nenhuma”! Os prejuízos vão desde simples questões estéticas até doenças graves envolvendo risco de morte.  

Veja abaixo as principais alterações causadas pelo tabagismo na saúde bucal:  

Pigmentação dos dentes 

A pigmentação dos dentes parece um problema pequeno, de toda forma afeta a estética do sorriso, trazendo prejuízos à imagem e a autoestima. A tendência é de que os dentes fiquem amarelados ou escurecidos devido ao contato com os produtos do cigarro, deixando os dentes e o sorriso com aspecto envelhecido e malcuidado. 

Alterações de paladar 

O cigarro causa atrofia (diminuição) das papilas gustativas levando a alterações do paladar e até diminuição e perda do mesmo, isto é, as pessoas passam a sentir menos os sabores. O cigarro também resseca as mucosas, afetando a produção de saliva. Isso vai prejudicar o paladar e favorecer a manifestação de diferentes tipos de cáries, já que a saliva é uma proteção natural dos dentes. 

Halitose (Mau Hálito) 

O mal hálito ocorre principalmente pelo ressecamento da mucosa da boca, diminuindo a produção de saliva e aumentando a saburra (acúmulo de resíduos) causando assim o do mau hálito. Inclusive, a diminuição de produção de saliva também aumenta o risco de formação de cáries. 

Doença periodontal 

A alta temperatura do cigarro favorece a proliferação das bactérias na boca que aumentam o risco da periodontite (inflamação da gengiva). 

Má cicatrização 

O cigarro muda o tipo de célula da mucosa da boca (tipo de epitélio da mucosa), dificultando a cicatrização. 

Câncer de boca 

Das doenças e desconfortos causados pelo cigarro, na boca, a mais grave e que traz risco de morte é o câncer bucal. 

O cigarro é o principal fator de risco para o câncer de boca, mais de 80% dos pacientes diagnosticados com câncer de boca possuem como antecedente o hábito de fumar (tabagismo).  

Deixar de fumar é um grande desafio, a maioria das pessoas geralmente precisam de suporte psicológico e medicamentoso. Converse com o seu médico ou dentista sobre o desejo de parar de fumar, assim você será direcionado para um tratamento com suporte adequado para que o vício do tabagismo seja cessado de forma mais fácil e duradoura. 

Agora você já conhece mais um dos perigos hábito do tabagismo, divulgue essa informação, nunca é tarde para mudar um hábito de vida! 

O hábito de fumar cigarro comum (tabagismo) tem sido considerado fator de risco para diversas alterações e doenças bucais, vamos alertá-los neste conteúdo sobre estes riscos. 

Cigarro e saúde bucal, não “andam juntos”, aliás cigarro não “anda junto com saúde nenhuma”! Os prejuízos vão desde simples questões estéticas até doenças graves envolvendo risco de morte.  

Veja abaixo as principais alterações causadas pelo tabagismo na saúde bucal:  

Pigmentação dos dentes 

A pigmentação dos dentes parece um problema pequeno, de toda forma afeta a estética do sorriso, trazendo prejuízos à imagem e a autoestima. A tendência é de que os dentes fiquem amarelados ou escurecidos devido ao contato com os produtos do cigarro, deixando os dentes e o sorriso com aspecto envelhecido e malcuidado. 

Alterações de paladar 

O cigarro causa atrofia (diminuição) das papilas gustativas levando a alterações do paladar e até diminuição e perda do mesmo, isto é, as pessoas passam a sentir menos os sabores. O cigarro também resseca as mucosas, afetando a produção de saliva. Isso vai prejudicar o paladar e favorecer a manifestação de diferentes tipos de cáries, já que a saliva é uma proteção natural dos dentes. 

Halitose (Mau Hálito) 

O mal hálito ocorre principalmente pelo ressecamento da mucosa da boca, diminuindo a produção de saliva e aumentando a saburra (acúmulo de resíduos) causando assim o do mau hálito. Inclusive, a diminuição de produção de saliva também aumenta o risco de formação de cáries. 

Doença periodontal 

A alta temperatura do cigarro favorece a proliferação das bactérias na boca que aumentam o risco da periodontite (inflamação da gengiva). 

Má cicatrização 

O cigarro muda o tipo de célula da mucosa da boca (tipo de epitélio da mucosa), dificultando a cicatrização. 

Câncer de boca 

Das doenças e desconfortos causados pelo cigarro, na boca, a mais grave e que traz risco de morte é o câncer bucal. 

O cigarro é o principal fator de risco para o câncer de boca, mais de 80% dos pacientes diagnosticados com câncer de boca possuem como antecedente o hábito de fumar (tabagismo).  

Deixar de fumar é um grande desafio, a maioria das pessoas geralmente precisam de suporte psicológico e medicamentoso. Converse com o seu médico ou dentista sobre o desejo de parar de fumar, assim você será direcionado para um tratamento com suporte adequado para que o vício do tabagismo seja cessado de forma mais fácil e duradoura. 

Agora você já conhece mais um dos perigos hábito do tabagismo, divulgue essa informação, nunca é tarde para mudar um hábito de vida! 

Últimas Publicações

Veja Nossos Vídeos

O De Bem com a Vida é um portal dedicado a reunir e disseminar boas práticas para saúde, bem-estar e qualidade de vida. Por meio de cartilhas e conteúdo, a plataforma traz informações atualizadas sobre o setor – notícias, legislação, dicas e muito mais. Além de agregar os insights e novidades em alta, o portal é atualizado mensalmente com campanhas de saúde e conscientização. O objetivo é compartilhar conhecimento de forma clara e didática e contribuir para a educação da população.

Inscreva-se
e receba novos conteúdos

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies