Cuidado com a saúde bucal de pessoas com Autismo

13

Cuidado com a saúde bucal de pessoas com Autismo

13 visualizações

A abordagem com a saúde bucal em pessoas com autismo deve ser adaptada às necessidades individuais, considerando as peculiaridades sensoriais, comportamentais e comunicativas.

A seguir, são destacados alguns aspectos importantes desse cuidado, com base em práticas recomendadas e literatura especializada:

  • Compreensão das Necessidades Individuais: Cada pessoa é única, com diferentes níveis de sensibilidade sensorial e habilidades de comunicação. É crucial compreender as necessidades específicas do indivíduo, adaptando os cuidados bucais de acordo com suas preferências e tolerâncias.
  • Rotina Estruturada: Pessoas com autismo geralmente se beneficiam de rotinas estruturadas. Estabeleça uma rotina consistente para a higiene bucal, envolvendo-o no processo. Use horários previsíveis para escovação, uso do fio dental e enxágue bucal, incorporando elementos visuais se necessário.
  • Técnicas de Sensibilização: Introduza de forma gradual, as ferramentas e produtos de higiene bucal. Comece com etapas simples, como tocar suavemente os dentes antes de passar para a escovação propriamente dita. Isso ajuda a familiarizá-los com as sensações e reduzir a ansiedade.
  • Escolha de Produtos Adequados: Opte por produtos odontológicos adaptados, como escovas de dentes macias, cremes dentais com sabores agradáveis e fios dentais especiais. A escolha de ferramentas confortáveis pode facilitar a cooperação durante a higiene bucal.
  • Profissionais de Saúde Especializados: Busque dentistas que tenham experiência no atendimento a pacientes com necessidades especiais. Eles podem adaptar abordagens, fornecer um ambiente mais acolhedor e estar preparados para lidar com comportamentos desafiadores.
  • Comunicação Clara e Simples: Use instruções claras e simples ao explicar os passos da higiene bucal. Apoie a comunicação com ferramentas visuais, como cartões ou diagramas, para tornar as orientações mais compreensíveis.
  • Monitoramento Regular: Agende check-ups odontológicos regulares para monitorar a saúde bucal e intervir precocemente em problemas. A prevenção é essencial para evitar problemas dentários mais graves.
Referências Bibliográficas :
  • Fabbri C, Nóbrega DF, Romano MM. Oral hygiene and orofacial myofunctional status in children with cerebral palsy and autistic spectrum disorder. Special Care in Dentistry. 2017.
  • Stein LI, Polido JC, Mailloux Z. Oral care and sensory sensitivities in children with autism spectrum disorders. Pediatric Dentistry. 2011.
  • Du RY, McLean L, Bell S, Johnson R, Zivkovic B, Boyen JC. Dental care for individuals with autism spectrum disorder: a survey of caregivers’ experiences. Journal of Autism and Developmental Disorders. 2020.

A abordagem com a saúde bucal em pessoas com autismo deve ser adaptada às necessidades individuais, considerando as peculiaridades sensoriais, comportamentais e comunicativas.

A seguir, são destacados alguns aspectos importantes desse cuidado, com base em práticas recomendadas e literatura especializada:

  • Compreensão das Necessidades Individuais: Cada pessoa é única, com diferentes níveis de sensibilidade sensorial e habilidades de comunicação. É crucial compreender as necessidades específicas do indivíduo, adaptando os cuidados bucais de acordo com suas preferências e tolerâncias.
  • Rotina Estruturada: Pessoas com autismo geralmente se beneficiam de rotinas estruturadas. Estabeleça uma rotina consistente para a higiene bucal, envolvendo-o no processo. Use horários previsíveis para escovação, uso do fio dental e enxágue bucal, incorporando elementos visuais se necessário.
  • Técnicas de Sensibilização: Introduza de forma gradual, as ferramentas e produtos de higiene bucal. Comece com etapas simples, como tocar suavemente os dentes antes de passar para a escovação propriamente dita. Isso ajuda a familiarizá-los com as sensações e reduzir a ansiedade.
  • Escolha de Produtos Adequados: Opte por produtos odontológicos adaptados, como escovas de dentes macias, cremes dentais com sabores agradáveis e fios dentais especiais. A escolha de ferramentas confortáveis pode facilitar a cooperação durante a higiene bucal.
  • Profissionais de Saúde Especializados: Busque dentistas que tenham experiência no atendimento a pacientes com necessidades especiais. Eles podem adaptar abordagens, fornecer um ambiente mais acolhedor e estar preparados para lidar com comportamentos desafiadores.
  • Comunicação Clara e Simples: Use instruções claras e simples ao explicar os passos da higiene bucal. Apoie a comunicação com ferramentas visuais, como cartões ou diagramas, para tornar as orientações mais compreensíveis.
  • Monitoramento Regular: Agende check-ups odontológicos regulares para monitorar a saúde bucal e intervir precocemente em problemas. A prevenção é essencial para evitar problemas dentários mais graves.
Referências Bibliográficas :
  • Fabbri C, Nóbrega DF, Romano MM. Oral hygiene and orofacial myofunctional status in children with cerebral palsy and autistic spectrum disorder. Special Care in Dentistry. 2017.
  • Stein LI, Polido JC, Mailloux Z. Oral care and sensory sensitivities in children with autism spectrum disorders. Pediatric Dentistry. 2011.
  • Du RY, McLean L, Bell S, Johnson R, Zivkovic B, Boyen JC. Dental care for individuals with autism spectrum disorder: a survey of caregivers’ experiences. Journal of Autism and Developmental Disorders. 2020.

Últimas Publicações

Veja Nossos Vídeos

O De Bem com a Vida é um portal dedicado a reunir e disseminar boas práticas para saúde, bem-estar e qualidade de vida. Por meio de cartilhas e conteúdo, a plataforma traz informações atualizadas sobre o setor – notícias, legislação, dicas e muito mais. Além de agregar os insights e novidades em alta, o portal é atualizado mensalmente com campanhas de saúde e conscientização. O objetivo é compartilhar conhecimento de forma clara e didática e contribuir para a educação da população.

Inscreva-se
e receba novos conteúdos

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies