Vacinas salvam vidas. Proteja-se e cuide de quem você ama

92

Vacinas salvam vidas. Proteja-se e cuide de quem você ama

92 visualizações

Mesmo que o ser humano desenvolva imunidade ao longo da vida, a tendência natural para determinadas doenças permanece. Por isso, estar com a caderneta de vacinação em dia é a forma mais eficaz na prevenção de diversas enfermidades.  

No Brasil, a primeira vacinação – que foi contra a varíola -, aconteceu há mais de dois séculos e, desde então, estamos acumulando vitórias no controle e erradicação de muitas doenças imunopreveníveis de grande impacto pessoal, social e econômico, como poliomielite (causadora da paralisia infantil), sarampo, difteria e tétano neonatal. 

Como a vacina funciona? 

A vacinação protege o ser humano de doenças nocivas antes mesmo delas o atingirem. É uma das maiores formas de prevenção, pois ela atua junto às defesas naturais do corpo. 

Quando você recebe uma vacina, seu sistema imunológico vai reconhecer o organismo invasor, produzir anticorpos contra ele, e vai lembrar da doença e como combatê-la. 

O que torna as vacinas tão eficazes é esse fator memória. Após tomá-las, nosso sistema imunológico fica programado para lembrar daquele vírus e/ou bactéria, e saberá reagir contra eles antes de ficarmos doentes.  

Vacine-se  

Vacinar não é somente coisa de criança. Muita gente não sabe, mas precisamos de vacinas até depois da vida adulta. 

Quem está com as vacinas desatualizadas coloca em risco não apenas a própria saúde, mas também pode se tornar um transmissor de doenças, em especial para crianças e idosos, que são grupos mais vulneráveis. A Organização Mundial da Saúde estima que as vacinas salvam entre 2 e 3 milhões de vidas todos os anos. 

Não caia nas fake news! 

É de extrema importância não se basear em fontes que não são confiáveis na hora de pesquisar sobre um imunizante. Algumas vacinas provocam reações como febre e dor no local, mas nada agravante para sua saúde. Em comparação com os benefícios que você irá ter, esses efeitos não passam de um desconforto temporário.  

Mantenha em dia a sua caderneta de vacinação e cuide da sua família! 

Quem ama, cuida! 

#MDS #DeBemComAVida #VacinaParaTodxs 

Fontes: 

https://www.who.int/news-room/q-a-detail/vaccines-and-immunization-what-is-vaccination?adgroupsurvey={adgroupsurvey}&gclid=EAIaIQobChMI77mRl5H57wIVDY7ICh3VkQu7EAAYASAAEgKAmPD_BwE

https://www.medicina.ufmg.br/producao-de-vacina-pode-ser-melhor-chance-contra-o-coronavirus/

https://radis.ensp.fiocruz.br/index.php/home/reportagem/linha-do-tempo-vacinacao-no-brasil

https://www.bio.fiocruz.br/index.php/br/noticias/1738-conheca-a-historia-das-vacinas

http://www.ccms.saude.gov.br/revolta/ltempo.html

https://www.pfizer.com.br/noticias/ultimas-noticias/adultos-devem-atualizar-caderneta-de-vacinacao

Mesmo que o ser humano desenvolva imunidade ao longo da vida, a tendência natural para determinadas doenças permanece. Por isso, estar com a caderneta de vacinação em dia é a forma mais eficaz na prevenção de diversas enfermidades.  

No Brasil, a primeira vacinação – que foi contra a varíola -, aconteceu há mais de dois séculos e, desde então, estamos acumulando vitórias no controle e erradicação de muitas doenças imunopreveníveis de grande impacto pessoal, social e econômico, como poliomielite (causadora da paralisia infantil), sarampo, difteria e tétano neonatal. 

Como a vacina funciona? 

A vacinação protege o ser humano de doenças nocivas antes mesmo delas o atingirem. É uma das maiores formas de prevenção, pois ela atua junto às defesas naturais do corpo. 

Quando você recebe uma vacina, seu sistema imunológico vai reconhecer o organismo invasor, produzir anticorpos contra ele, e vai lembrar da doença e como combatê-la. 

O que torna as vacinas tão eficazes é esse fator memória. Após tomá-las, nosso sistema imunológico fica programado para lembrar daquele vírus e/ou bactéria, e saberá reagir contra eles antes de ficarmos doentes.  

Vacine-se  

Vacinar não é somente coisa de criança. Muita gente não sabe, mas precisamos de vacinas até depois da vida adulta. 

Quem está com as vacinas desatualizadas coloca em risco não apenas a própria saúde, mas também pode se tornar um transmissor de doenças, em especial para crianças e idosos, que são grupos mais vulneráveis. A Organização Mundial da Saúde estima que as vacinas salvam entre 2 e 3 milhões de vidas todos os anos. 

Não caia nas fake news! 

É de extrema importância não se basear em fontes que não são confiáveis na hora de pesquisar sobre um imunizante. Algumas vacinas provocam reações como febre e dor no local, mas nada agravante para sua saúde. Em comparação com os benefícios que você irá ter, esses efeitos não passam de um desconforto temporário.  

Mantenha em dia a sua caderneta de vacinação e cuide da sua família! 

Quem ama, cuida! 

#MDS #DeBemComAVida #VacinaParaTodxs 

Fontes: 

https://www.who.int/news-room/q-a-detail/vaccines-and-immunization-what-is-vaccination?adgroupsurvey={adgroupsurvey}&gclid=EAIaIQobChMI77mRl5H57wIVDY7ICh3VkQu7EAAYASAAEgKAmPD_BwE

https://www.medicina.ufmg.br/producao-de-vacina-pode-ser-melhor-chance-contra-o-coronavirus/

https://radis.ensp.fiocruz.br/index.php/home/reportagem/linha-do-tempo-vacinacao-no-brasil

https://www.bio.fiocruz.br/index.php/br/noticias/1738-conheca-a-historia-das-vacinas

http://www.ccms.saude.gov.br/revolta/ltempo.html

https://www.pfizer.com.br/noticias/ultimas-noticias/adultos-devem-atualizar-caderneta-de-vacinacao

Últimas Publicações

Veja Nossos Vídeos

O De Bem com a Vida é um portal dedicado a reunir e disseminar boas práticas para saúde, bem-estar e qualidade de vida. Por meio de cartilhas e conteúdo, a plataforma traz informações atualizadas sobre o setor – notícias, legislação, dicas e muito mais. Além de agregar os insights e novidades em alta, o portal é atualizado mensalmente com campanhas de saúde e conscientização. O objetivo é compartilhar conhecimento de forma clara e didática e contribuir para a educação da população.

Inscreva-se
e receba novos conteúdos

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies