Setembro Amarelo Cuidado redobrado em tempos incertos

79

Setembro Amarelo Cuidado redobrado em tempos incertos

79 visualizações

Segundo o Ministério da Saúde, nove em cada dez mortes por suicídio poderiam ser evitadas, pois a pessoa passava por um transtorno mental naquele momento e não recebeu ajuda a tempo. Trata-se de um problema que pode afetar indivíduos de diferentes origens, classes sociais, idades, orientações sexuais e identidades de gênero. Saber reconhecer os sinais de alerta em si mesmo ou em alguém próximo pode ser o primeiro e mais importante passo. 

Falar, quebrar tabus, superar estigmas e senso comum, alertar a população e conscientizar: o Setembro Amarelo é um movimento para prevenção do suicídio! 

E você, já ouvir falar nessa causa? Sabe como pode identificar e ajudar alguém próximo que esteja passando por essa situação? Veja alguns sinais de alerta: 

  • Sentimento de tristeza 
  • Perda de interesse por atividades habituais 
  • Relatos de solidão 
  • Ansiedade 
  • Aversão social 

Diante de uma pessoa com esses sintomas, que pode estar sob risco de suicídio, algumas atitudes podem ajudar: 

  • Encontre um momento apropriado e um lugar calmo para conversar com a pessoa que está precisando. Deixe-a saber que você está lá para ouvir, escute com empatia e mente aberta, e ofereça seu apoio 
  • Incentive a procura de ajuda de um profissional e ofereça-se para acompanhá-la 
  • Se você acha que essa pessoa está em perigo imediato, não a deixe sozinha. Procure ajuda de profissionais de serviços de emergência ou consulte algum familiar dela 
  • Fique em contato para acompanhar como a pessoa está passando e o que está fazendo 

E o mais importante de tudo, nunca julgue, banalize ou “dê sermão”, essa pessoa precisa de ajuda e não de críticas 

Busque ajuda! 

Você não está só, existem profissionais e locais prontos para prestar suporte. Se você possui condições, busque um profissional de saúde de sua preferência. Existem também serviços de saúde como CAPS e Unidades Básicas de Saúde (Saúde da família, Postos e Centros de Saúde), além do Centro de Valorização da Vida, através do telefone 141. 

A favor da Vida. 

Contra o suicídio. 

Segundo o Ministério da Saúde, nove em cada dez mortes por suicídio poderiam ser evitadas, pois a pessoa passava por um transtorno mental naquele momento e não recebeu ajuda a tempo. Trata-se de um problema que pode afetar indivíduos de diferentes origens, classes sociais, idades, orientações sexuais e identidades de gênero. Saber reconhecer os sinais de alerta em si mesmo ou em alguém próximo pode ser o primeiro e mais importante passo. 

Falar, quebrar tabus, superar estigmas e senso comum, alertar a população e conscientizar: o Setembro Amarelo é um movimento para prevenção do suicídio! 

E você, já ouvir falar nessa causa? Sabe como pode identificar e ajudar alguém próximo que esteja passando por essa situação? Veja alguns sinais de alerta: 

  • Sentimento de tristeza 
  • Perda de interesse por atividades habituais 
  • Relatos de solidão 
  • Ansiedade 
  • Aversão social 

Diante de uma pessoa com esses sintomas, que pode estar sob risco de suicídio, algumas atitudes podem ajudar: 

  • Encontre um momento apropriado e um lugar calmo para conversar com a pessoa que está precisando. Deixe-a saber que você está lá para ouvir, escute com empatia e mente aberta, e ofereça seu apoio 
  • Incentive a procura de ajuda de um profissional e ofereça-se para acompanhá-la 
  • Se você acha que essa pessoa está em perigo imediato, não a deixe sozinha. Procure ajuda de profissionais de serviços de emergência ou consulte algum familiar dela 
  • Fique em contato para acompanhar como a pessoa está passando e o que está fazendo 

E o mais importante de tudo, nunca julgue, banalize ou “dê sermão”, essa pessoa precisa de ajuda e não de críticas 

Busque ajuda! 

Você não está só, existem profissionais e locais prontos para prestar suporte. Se você possui condições, busque um profissional de saúde de sua preferência. Existem também serviços de saúde como CAPS e Unidades Básicas de Saúde (Saúde da família, Postos e Centros de Saúde), além do Centro de Valorização da Vida, através do telefone 141. 

A favor da Vida. 

Contra o suicídio. 

Últimas Publicações

Veja Nossos Vídeos

O De Bem com a Vida é um portal dedicado a reunir e disseminar boas práticas para saúde, bem-estar e qualidade de vida. Por meio de cartilhas e conteúdo, a plataforma traz informações atualizadas sobre o setor – notícias, legislação, dicas e muito mais. Além de agregar os insights e novidades em alta, o portal é atualizado mensalmente com campanhas de saúde e conscientização. O objetivo é compartilhar conhecimento de forma clara e didática e contribuir para a educação da população.

Inscreva-se
e receba novos conteúdos

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies