Dia Mundial da Prematuridade

Saiba as principais causas e prevenção

4

Dia Mundial da Prematuridade

Saiba as principais causas e prevenção

4 visualizações

Dia 17 de Novembro é o dia Mundial da Prematuridade, data criada para sensibilizar a população mundial sobre essa importante condição de saúde. 

 

O que é Prematuridade? 

Prematuridade é quando o parto acontece antes da 37ª semana de gestação. Isto é, quando o bebê nasce antes de completar 9 meses. 

   

Por que é importante alertar sobre este tema? 

A prematuridade é a principal causa de morte infantil mundialmente.  

 

O Brasil é o 10º país no ranking mundial em prematuridade. De acordo com estatísticas do Ministério da Saúde, anualmente, o Brasil registra aproximadamente 340 mil nascimentos prematuros, equivalendo a uma média de seis casos a cada dez minutos. Isto corresponde a uma média de 12% de nascimentos prematuros, metade da média europeia, que é em torno de 6%.  

 

Com estes dados é nítido que podemos melhorar o índice no Brasil e consequentemente diminuir as sequelas que a prematuridade pode acarretar. 

 

Então, quer dizer que a prematuridade pode deixar sequelas? Sim. Além do risco de morte, as crianças prematuras podem apresentar sequelas em diferentes graus, desde simples e quase imperceptíveis até doenças graves. 

 

 A prematuridade é separada em 3 estágios: 

  • Prematuros extremos – nascidos com menos de 28ª semanas – são bebês extremamente frágeis e com alto índice de mortalidade. 
  • Prematuros intermediários – nascidos entre 28º a 34ª semanas, e são os prematuros mais comuns. 
  • Prematuros Tardios – nascidos entre 34ª a 37ª semana. Os prematuros tardios aumentaram muito nos últimos anos aqui no Brasil, e o que mais preocupa em termos de saúde pública. 

 

À medida que a prematuridade do bebê aumenta, a imaturidade dos órgãos também cresce, elevando o risco de complicações, sobretudo para aqueles nascidos antes das 34 semanas de gestação. 

 

O Brasil possui a maior taxa de cesarianas do mundo, e muitas delas são agendadas, isto é, ocorrem sem um motivo de saúde da mãe ou do bebê. Ao agendar a data de um parto, um erro de apenas alguns dias na estimativa da gestação pode resultar em um parto prematuro e, consequentemente, em um bebê prematuro. 

 

Importância do pré-natal: 

 

O pré-natal transcende a avaliação médica, sendo um ato de amor, uma vez que contribui significativamente para a manutenção da saúde tanto da mãe quanto do bebê. Sua importância perdura ao longo de toda a gestação. 

Ao acompanhar de perto a evolução da gravidez e ao respeitar o momento adequado para o nascimento, o pré-natal tem o potencial de prevenir inúmeros partos prematuros. Assim, é crucial honrar o ritmo natural do bebê, aguardando pelo início do trabalho de parto e evitando agendamentos de cesáreas sem necessidade. 

 

Causas de prematuridade: 

– Infecção das vias urinárias – é a principal causa de prematuridade. Algumas vezes, na gestante, a infecção urinária é pouco sintomática, podendo passar de forma desapercebida. Por isto, é muito importante a gestante comparecer em todas as consultas do pré-natal, fazer os exames solicitados e ficar atenta aos sintomas diferentes. Quando a infecção é diagnostica e tratada o risco do parto prematuro acaba. 

 

Saiba outras causas: 

  •  Vaginose bacteriana (infeções da vagina); 
  • Idade da gestante (menor que 16 anos e maior que 40 anos); 
  • Fragilidade do colo uterino (Insuficiência istmo-cervical); 
  • Erro na data estimada da última menstruação; 
  • Partos prematuros anteriores (risco elevado de 25% de outro parto prematuro); 
  • Hipertensão Arterial (Pressão Alta); 
  • Diabetes; 
  • Tabagismo; 
  • Gestação Múltipla; 
  • Doenças da tireoide; 
  • Entre outras causas. 

 

Complicações da prematuridade: 

 

Geralmente os bebês prematuros ficam internados na UTI Neonatal. Os problemas mais comuns são: 

– Hemorragia Cerebral, podendo deixar sequelas para a vida; 

– Problemas Respiratórios; 

– Infecções; 

– Entre outros. 

 

Essas crianças, mesmo após a alta do hospital, muitas vezes, ao longo do seu desenvolvimento podem apresentar algumas dificuldades:  

– Maior risco de doença respiratória; 

– Déficit cognitivo e motor;  

– Déficit auditivo e visual; 

– Atraso na alfabetização e na linguagem; 

– Dificuldades escolares; 

– Alterações comportamentais 

– Entre outros. 

 

Prevenção: 

 

O Pré-Natal é a prevenção do parto prematuro, por isso é de suma importância que todas as gestantes não deixem de fazê-lo. 

 

O início do pré-natal deve ocorrer antes mesmo da concepção. Se você planeja engravidar, é fundamental iniciar uma consulta com seu obstetra antes da gestação. 

 

Caso já esteja grávida, é crucial iniciar o acompanhamento pré-natal assim que souber da gravidez. 

Procure um médico. 

Dia 17 de Novembro é o dia Mundial da Prematuridade, data criada para sensibilizar a população mundial sobre essa importante condição de saúde. 

 

O que é Prematuridade? 

Prematuridade é quando o parto acontece antes da 37ª semana de gestação. Isto é, quando o bebê nasce antes de completar 9 meses. 

   

Por que é importante alertar sobre este tema? 

A prematuridade é a principal causa de morte infantil mundialmente.  

 

O Brasil é o 10º país no ranking mundial em prematuridade. De acordo com estatísticas do Ministério da Saúde, anualmente, o Brasil registra aproximadamente 340 mil nascimentos prematuros, equivalendo a uma média de seis casos a cada dez minutos. Isto corresponde a uma média de 12% de nascimentos prematuros, metade da média europeia, que é em torno de 6%.  

 

Com estes dados é nítido que podemos melhorar o índice no Brasil e consequentemente diminuir as sequelas que a prematuridade pode acarretar. 

 

Então, quer dizer que a prematuridade pode deixar sequelas? Sim. Além do risco de morte, as crianças prematuras podem apresentar sequelas em diferentes graus, desde simples e quase imperceptíveis até doenças graves. 

 

 A prematuridade é separada em 3 estágios: 

  • Prematuros extremos – nascidos com menos de 28ª semanas – são bebês extremamente frágeis e com alto índice de mortalidade. 
  • Prematuros intermediários – nascidos entre 28º a 34ª semanas, e são os prematuros mais comuns. 
  • Prematuros Tardios – nascidos entre 34ª a 37ª semana. Os prematuros tardios aumentaram muito nos últimos anos aqui no Brasil, e o que mais preocupa em termos de saúde pública. 

 

À medida que a prematuridade do bebê aumenta, a imaturidade dos órgãos também cresce, elevando o risco de complicações, sobretudo para aqueles nascidos antes das 34 semanas de gestação. 

 

O Brasil possui a maior taxa de cesarianas do mundo, e muitas delas são agendadas, isto é, ocorrem sem um motivo de saúde da mãe ou do bebê. Ao agendar a data de um parto, um erro de apenas alguns dias na estimativa da gestação pode resultar em um parto prematuro e, consequentemente, em um bebê prematuro. 

 

Importância do pré-natal: 

 

O pré-natal transcende a avaliação médica, sendo um ato de amor, uma vez que contribui significativamente para a manutenção da saúde tanto da mãe quanto do bebê. Sua importância perdura ao longo de toda a gestação. 

Ao acompanhar de perto a evolução da gravidez e ao respeitar o momento adequado para o nascimento, o pré-natal tem o potencial de prevenir inúmeros partos prematuros. Assim, é crucial honrar o ritmo natural do bebê, aguardando pelo início do trabalho de parto e evitando agendamentos de cesáreas sem necessidade. 

 

Causas de prematuridade: 

– Infecção das vias urinárias – é a principal causa de prematuridade. Algumas vezes, na gestante, a infecção urinária é pouco sintomática, podendo passar de forma desapercebida. Por isto, é muito importante a gestante comparecer em todas as consultas do pré-natal, fazer os exames solicitados e ficar atenta aos sintomas diferentes. Quando a infecção é diagnostica e tratada o risco do parto prematuro acaba. 

 

Saiba outras causas: 

  •  Vaginose bacteriana (infeções da vagina); 
  • Idade da gestante (menor que 16 anos e maior que 40 anos); 
  • Fragilidade do colo uterino (Insuficiência istmo-cervical); 
  • Erro na data estimada da última menstruação; 
  • Partos prematuros anteriores (risco elevado de 25% de outro parto prematuro); 
  • Hipertensão Arterial (Pressão Alta); 
  • Diabetes; 
  • Tabagismo; 
  • Gestação Múltipla; 
  • Doenças da tireoide; 
  • Entre outras causas. 

 

Complicações da prematuridade: 

 

Geralmente os bebês prematuros ficam internados na UTI Neonatal. Os problemas mais comuns são: 

– Hemorragia Cerebral, podendo deixar sequelas para a vida; 

– Problemas Respiratórios; 

– Infecções; 

– Entre outros. 

 

Essas crianças, mesmo após a alta do hospital, muitas vezes, ao longo do seu desenvolvimento podem apresentar algumas dificuldades:  

– Maior risco de doença respiratória; 

– Déficit cognitivo e motor;  

– Déficit auditivo e visual; 

– Atraso na alfabetização e na linguagem; 

– Dificuldades escolares; 

– Alterações comportamentais 

– Entre outros. 

 

Prevenção: 

 

O Pré-Natal é a prevenção do parto prematuro, por isso é de suma importância que todas as gestantes não deixem de fazê-lo. 

 

O início do pré-natal deve ocorrer antes mesmo da concepção. Se você planeja engravidar, é fundamental iniciar uma consulta com seu obstetra antes da gestação. 

 

Caso já esteja grávida, é crucial iniciar o acompanhamento pré-natal assim que souber da gravidez. 

Procure um médico. 

Últimas Publicações

Veja Nossos Vídeos

O De Bem com a Vida é um portal dedicado a reunir e disseminar boas práticas para saúde, bem-estar e qualidade de vida. Por meio de cartilhas e conteúdo, a plataforma traz informações atualizadas sobre o setor – notícias, legislação, dicas e muito mais. Além de agregar os insights e novidades em alta, o portal é atualizado mensalmente com campanhas de saúde e conscientização. O objetivo é compartilhar conhecimento de forma clara e didática e contribuir para a educação da população.

Inscreva-se
e receba novos conteúdos

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies