Amamentar FazBem

81

Amamentar FazBem

81 visualizações

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda aleitamento exclusivo até os seis meses de idade, não sendo necessária a introdução de outro tipo de alimento (sucos, chás, água e outros leites), e pode ser mantida de maneira complementar, até os dois anos.
Importante!
A UNICEF e a OMS orientam que para ter sucesso na amamentação:

  • Colocar o bebê nos seis da mãe para sugar logo nas primeiras horas após o parto
  • Oferecer outro tipo de alimento para o bebê apenas em caso último caso, mesmo que o bebê não consiga sugar, faça a extração manual do leite e oferte em copinho
  • Caso seja necessário ofertar outro tipo de leite ao bebê, dê preferência a usar o copinho e evitar outros bicos (mamadeira), esse ato facilitará para que o bebê volte ao peito.
  • Ofereça o leite materno em livre demanda, ou seja, todas as vezes que a criança chorar, reclamar ou manifestar fome

 
Benefícios da Amamentação

  • Nutricional: é o melhor e mais completo alimento
  • Imunológico: promove a imunização e protege principalmente contra infecções (diarréia e infecções respiratórias) e alergia alimentar
  • Econômico: é “de graça”
  • Afetivo: fortalece a relação entre mãe e filho
  • Digestão: não sobrecarrega os rins e o intestino do bebê
  • Praticidade: está sempre pronto e na temperatura certa
  • Benefício para a mãe: ajuda na recuperação pós-parto auxiliando na redução do tamanho do útero e evitando sangramentos
  • Risco diminuído: amamentação diminui as chances de a mãe ter câncer de mama/ovário
  • Desenvolvimento infantil: a criança tem um desenvolvimento muito mais saudável

 
Como produzir leite adequadamente:

  • Alimentação: se alimentar corretamente, não permanecendo longos períodos em jejum. Alimentação bem variada, com muitas verduras, legumes, frutas, grãos, carnes, leite e ovos
  • Líquido: tomar bastante líquido. Recomenda-se no mínimo 3 litros nas 24 horas do dia
  • Rotina: oferecer o peito toda vez que o bebê solicitar (não se preocupe com o relógio, a criança deve mamar quando quiser e não de 3 em 3 horas). Ofereça sempre os 2 seios em cada mamada, alternando sempre que esvaziar o seio que der em primeiro lugar, com isso a produção de leite será sempre igual nos 2 seios
  • Emocional: manter sempre calma e na medida do possível longe dos problemas. Lembrar sempre que o fator emocional influencia na produção do leite. No momento da mamada, escolha um local calmo, uma cadeira confortável, luz adequada, sem muito barulho

Leite materno é o alimento de ouro!

 
 Fontes:
Organização Mundial da Saúde
Portal De Bem Com a Vida

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda aleitamento exclusivo até os seis meses de idade, não sendo necessária a introdução de outro tipo de alimento (sucos, chás, água e outros leites), e pode ser mantida de maneira complementar, até os dois anos.
Importante!
A UNICEF e a OMS orientam que para ter sucesso na amamentação:

  • Colocar o bebê nos seis da mãe para sugar logo nas primeiras horas após o parto
  • Oferecer outro tipo de alimento para o bebê apenas em caso último caso, mesmo que o bebê não consiga sugar, faça a extração manual do leite e oferte em copinho
  • Caso seja necessário ofertar outro tipo de leite ao bebê, dê preferência a usar o copinho e evitar outros bicos (mamadeira), esse ato facilitará para que o bebê volte ao peito.
  • Ofereça o leite materno em livre demanda, ou seja, todas as vezes que a criança chorar, reclamar ou manifestar fome

 
Benefícios da Amamentação

  • Nutricional: é o melhor e mais completo alimento
  • Imunológico: promove a imunização e protege principalmente contra infecções (diarréia e infecções respiratórias) e alergia alimentar
  • Econômico: é “de graça”
  • Afetivo: fortalece a relação entre mãe e filho
  • Digestão: não sobrecarrega os rins e o intestino do bebê
  • Praticidade: está sempre pronto e na temperatura certa
  • Benefício para a mãe: ajuda na recuperação pós-parto auxiliando na redução do tamanho do útero e evitando sangramentos
  • Risco diminuído: amamentação diminui as chances de a mãe ter câncer de mama/ovário
  • Desenvolvimento infantil: a criança tem um desenvolvimento muito mais saudável

 
Como produzir leite adequadamente:

  • Alimentação: se alimentar corretamente, não permanecendo longos períodos em jejum. Alimentação bem variada, com muitas verduras, legumes, frutas, grãos, carnes, leite e ovos
  • Líquido: tomar bastante líquido. Recomenda-se no mínimo 3 litros nas 24 horas do dia
  • Rotina: oferecer o peito toda vez que o bebê solicitar (não se preocupe com o relógio, a criança deve mamar quando quiser e não de 3 em 3 horas). Ofereça sempre os 2 seios em cada mamada, alternando sempre que esvaziar o seio que der em primeiro lugar, com isso a produção de leite será sempre igual nos 2 seios
  • Emocional: manter sempre calma e na medida do possível longe dos problemas. Lembrar sempre que o fator emocional influencia na produção do leite. No momento da mamada, escolha um local calmo, uma cadeira confortável, luz adequada, sem muito barulho

Leite materno é o alimento de ouro!

 
 Fontes:
Organização Mundial da Saúde
Portal De Bem Com a Vida

Últimas Publicações

Veja Nossos Vídeos

O De Bem com a Vida é um portal dedicado a reunir e disseminar boas práticas para saúde, bem-estar e qualidade de vida. Por meio de cartilhas e conteúdo, a plataforma traz informações atualizadas sobre o setor – notícias, legislação, dicas e muito mais. Além de agregar os insights e novidades em alta, o portal é atualizado mensalmente com campanhas de saúde e conscientização. O objetivo é compartilhar conhecimento de forma clara e didática e contribuir para a educação da população.

Inscreva-se
e receba novos conteúdos

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies