24 de março: Dia Mundial de Combate à Tuberculose

Você sabia que a tuberculose é uma das doenças que mais mata no mundo?

128

24 de março: Dia Mundial de Combate à Tuberculose

Você sabia que a tuberculose é uma das doenças que mais mata no mundo?

128 visualizações

A cada ano, aproximadamente 10 milhões de pessoas adoecem por essa enfermidade. O número de mortes ultrapassa um milhão.

A situação fez com que a Organização Mundial de Saúde (OMS) criasse uma campanha oficial sobre a doença, a fim de conscientizar as pessoas a respeito do tema.

O dia 24 de março foi escolhido em homenagem aos 100 anos da divulgação do descobrimento do bacilo que causa a tuberculose, que ocorreu na mesma data, em 1882, pelo médico Robert Koch.

A tuberculose no mundo e no Brasil

De acordo com a OMS, um terço da população mundial está infectada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis e, sendo assim, em risco de desenvolver a enfermidade. No mundo, mais de um milhão de pessoas perdem a vida para a tuberculose anualmente. Aqui, no Brasil, são notificados 70 mil novos casos da doença todos os anos. Esse número resulta em aproximadamente 4,7 mil mortes.

A situação é alarmante, pois cada paciente com tuberculose pulmonar que não se trata, põe em risco 10 a 15 pessoas por ano. Pobreza, má distribuição de renda, AIDS, desnutrição, más condições sanitárias e alta densidade populacional são alguns fatores que aumentam a disseminação da doença.

Como ocorre a transmissão da tuberculose?

A tuberculose afeta principalmente os pulmões, mas pode atingir os rins, os ossos e as meninges (membranas que cobrem o músculo cerebral). A transmissão acontece por via respiratória. Um indivíduo doente tosse, fala ou espirra e outra pessoa aspira as gotículas de saliva contaminantes.

Diferente do que algumas pessoas pensam, a doença não é transmitida por objetos compartilhados. Isso porque os bacilos que se depositam em roupas, talheres e copos, por exemplo, não apresentam um papel importante na contaminação da enfermidade.

Sintomas da tuberculose

Alguns pacientes podem não apresentar nenhum indício da doença, enquanto outros têm sinais simples, que não são percebidos durante alguns meses. Confira os principais sintomas:

– Tosse seca ou com secreção por mais de três semanas;

– Cansaço excessivo;

– Febre baixa, geralmente no período da tarde;

– Suor noturno;

– Falta de apetite;

– Emagrecimento acentuado;

– Rouquidão.

Como a doença é diagnosticada?

O diagnóstico da tuberculose é realizado a partir de exames laboratoriais, como:

– Teste rápido molecular para tuberculose (TRM-TB) ou baciloscopia;

– Cultura para micobactéria;

– Teste de sensibilidade aos fármacos.

A avaliação clínica é muito importante para definir o caso. Nesse sentido, radiografias do tórax também são indicadas por profissionais para complementar a investigação.

Qual é o tratamento para a tuberculose?

O quadro é tratado por meio de medicações específicas e acompanhamento médico. É fundamental que, em caso de suspeitas, a pessoa consulte um médico ou se dirija a uma unidade de saúde para realizar o diagnóstico.

Vale ressaltar que 15 dias após iniciado o tratamento, o paciente já não transmite mais a doença.

Existe prevenção para a tuberculose?

A vacina BCG (bacilo Calmette-Guérin) é a principal forma de prevenção. Ela deve ser dada às crianças ao nascer ou até os 4 anos de idade, e tem como objetivo evitar as formas mais graves da tuberculose.

Realizar consultas ao sentir os primeiros sintomas, também é uma maneira de evitar quadros mais complicados da doença, já que o diagnóstico precoce é imprescindível para chegar à cura.

Se manter bem-informado também é prevenção! Compartilhe o conteúdo com amigos e familiares e esteja atento à sua saúde.

A cada ano, aproximadamente 10 milhões de pessoas adoecem por essa enfermidade. O número de mortes ultrapassa um milhão.

A situação fez com que a Organização Mundial de Saúde (OMS) criasse uma campanha oficial sobre a doença, a fim de conscientizar as pessoas a respeito do tema.

O dia 24 de março foi escolhido em homenagem aos 100 anos da divulgação do descobrimento do bacilo que causa a tuberculose, que ocorreu na mesma data, em 1882, pelo médico Robert Koch.

A tuberculose no mundo e no Brasil

De acordo com a OMS, um terço da população mundial está infectada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis e, sendo assim, em risco de desenvolver a enfermidade. No mundo, mais de um milhão de pessoas perdem a vida para a tuberculose anualmente. Aqui, no Brasil, são notificados 70 mil novos casos da doença todos os anos. Esse número resulta em aproximadamente 4,7 mil mortes.

A situação é alarmante, pois cada paciente com tuberculose pulmonar que não se trata, põe em risco 10 a 15 pessoas por ano. Pobreza, má distribuição de renda, AIDS, desnutrição, más condições sanitárias e alta densidade populacional são alguns fatores que aumentam a disseminação da doença.

Como ocorre a transmissão da tuberculose?

A tuberculose afeta principalmente os pulmões, mas pode atingir os rins, os ossos e as meninges (membranas que cobrem o músculo cerebral). A transmissão acontece por via respiratória. Um indivíduo doente tosse, fala ou espirra e outra pessoa aspira as gotículas de saliva contaminantes.

Diferente do que algumas pessoas pensam, a doença não é transmitida por objetos compartilhados. Isso porque os bacilos que se depositam em roupas, talheres e copos, por exemplo, não apresentam um papel importante na contaminação da enfermidade.

Sintomas da tuberculose

Alguns pacientes podem não apresentar nenhum indício da doença, enquanto outros têm sinais simples, que não são percebidos durante alguns meses. Confira os principais sintomas:

– Tosse seca ou com secreção por mais de três semanas;

– Cansaço excessivo;

– Febre baixa, geralmente no período da tarde;

– Suor noturno;

– Falta de apetite;

– Emagrecimento acentuado;

– Rouquidão.

Como a doença é diagnosticada?

O diagnóstico da tuberculose é realizado a partir de exames laboratoriais, como:

– Teste rápido molecular para tuberculose (TRM-TB) ou baciloscopia;

– Cultura para micobactéria;

– Teste de sensibilidade aos fármacos.

A avaliação clínica é muito importante para definir o caso. Nesse sentido, radiografias do tórax também são indicadas por profissionais para complementar a investigação.

Qual é o tratamento para a tuberculose?

O quadro é tratado por meio de medicações específicas e acompanhamento médico. É fundamental que, em caso de suspeitas, a pessoa consulte um médico ou se dirija a uma unidade de saúde para realizar o diagnóstico.

Vale ressaltar que 15 dias após iniciado o tratamento, o paciente já não transmite mais a doença.

Existe prevenção para a tuberculose?

A vacina BCG (bacilo Calmette-Guérin) é a principal forma de prevenção. Ela deve ser dada às crianças ao nascer ou até os 4 anos de idade, e tem como objetivo evitar as formas mais graves da tuberculose.

Realizar consultas ao sentir os primeiros sintomas, também é uma maneira de evitar quadros mais complicados da doença, já que o diagnóstico precoce é imprescindível para chegar à cura.

Se manter bem-informado também é prevenção! Compartilhe o conteúdo com amigos e familiares e esteja atento à sua saúde.

Últimas Publicações

Veja Nossos Vídeos

O De Bem com a Vida é um portal dedicado a reunir e disseminar boas práticas para saúde, bem-estar e qualidade de vida. Por meio de cartilhas e conteúdo, a plataforma traz informações atualizadas sobre o setor – notícias, legislação, dicas e muito mais. Além de agregar os insights e novidades em alta, o portal é atualizado mensalmente com campanhas de saúde e conscientização. O objetivo é compartilhar conhecimento de forma clara e didática e contribuir para a educação da população.

Inscreva-se
e receba novos conteúdos

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies